Operações


Actualmente, a gestão de operações é um tema crítico para as organizações de saúde:

 

  • Por um lado, a assistência está cada vez mais fragmentada devido a uma maior especialização e a novas unidades e áreas organizativas.
  • Por outro, existe uma pressão muito forte para a melhoria de eficiência, porque a redução do tempo médio de internamento, pressupõe um incremento de todos os fluxos de assistência técnica e logística.
  • Além disso, aumentam as situações de doentes crónicos e a actividade ambulatória dos hospitais.
  • Tudo isso, com dois fluxos de doentes (programadas ou não) que entram em simultâneo nos centros assistenciais,  com uma alta variabilidade na prática clínica, e uma capacidade fixa e rígida face a uma procura variável e com uma certa aleatoriedade.

 

Neste contexto, é necessário melhorar a eficiência, assegurar a qualidade dos processos e os resultados, aumentar a capacidade e cumprir com as especificações.

Na Antares Consulting adoptamos nos nossos projectos de operações modelos de gestão (Six Sigma - TQM, Lean Management, Teoria das Limitações-TOC) e métodos quantitativos (teoria de filas, programação linear, análise de fluxos e itinerários, métodos sequenciais, etc.), amplamente reconhecidos e testados.

 

Exemplos de projectos que desenvolvemos na área de Operações:

 

  • Admissões e Fluxos de Doentes
  • Bloco Cirúrgico (PBQ)
  • Urgências
  • Farmácia Hospitalar
  • Diagnóstico por imagem
  • Laboratórios
  • Gestão por processos
  • Reengenharia de processos
  • Rastreabilidade
     


Copyright © 2019 Antares Consulting S.L. Todos os direitos reservados   |   Informações legais e Política de privacidade